Rua Joaquim Nabuco, 413 - Centro - Salto - SP.
(11) 4602-1806
e-mail: espacovivabem@ig.com.br

quinta-feira, 11 de junho de 2015

HIPERTENSÃO ARTERIAL - por Adriana Messias





Hipertensão Arterial: O que é?
É uma condição clínica multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados de pressão arterial.
Tem altas prevalências e baixas taxas de controle, é considerado um dos principais fatores de risco modificáveis, e um dos principais problemas de saúde pública.

Quais os sintomas?
A hipertensão é uma doença silenciosa,
não apresentando sintomas na maioria dos casos.
O diagnóstico deve ser feito o mais precocemente possível. Para que você fique alerta na prevenção dessa doença, citamos alguns sintomas que podem sinalizar uma crise hipertensiva:
• Cefaléia.
• Mal-estar.
•Tonturas.
• Borramento visual.
• Dor torácica.
• Palpitações.
• Dispnéia.
• "Aperto no coração".

Qual o tratamento?
Hipertensão não tem cura, mas pode ser controlada. Um pouco de disciplina e algumas mudanças de hábitos podem ajudar a prevenir e controlar a hipertensão.
As principais recomendações não-medicamentosas para prevenção primária da Hipertensão são: atividades físicas, combate ao tabagismo, alimentação saudável, ingestão controlada de sódio.

O controle da hipertensão é essencial para a prevenção de doenças secundárias como:
• Arteriosclerose.
• Angina.
• Infarto do miocárdio.
• Insuficiência renal.
• Derrame.
• Hemorragia de retina e arritmias.

 Hábitos saudáveis de vida devem ser adotados desde a infância e adolescência, respeitando-se as características regionais, culturais, sociais e econômicas dos indivíduos.
Uma forma de reduzir o sódio é diminuir a quantidade de sal adicionada aos alimentos servidos.

O consumo diário de sódio recomendado pela organização mundial da saúde (OMS) é de 2000mg, o que equivale a 5g de sal por dia, (1 colher de chá).

Evite:
-Levar o saleiro à mesa. Isso evita o maior consumo de sal;

-Produtos industrializados com alto teor de sódio como molhos prontos, sopas em pó, embutidos (presunto, mortadela, salsicha, lingüiça), conservas, enlatados, defumados;

-Carne seca, bacalhau.



Dra. Adriana Messias - Nutricionista


Agendamento de consultas (11) 4021-1413 / 4602-1806

DIABETES - por Adriana Messias


Saiba como tratar e prevenir

O que é Diabetes?

A diabetes é uma doença crônica que se caracteriza pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue e pela incapacidade do organismo em transformar toda a glicose proveniente dos alimentos.

Tipos de Diabetes

Tipo 1
Embora ocorra em qualquer idade é mais comum em crianças, adolescentes ou adultos jovens;
Necessita de uso de insulina diariamente;Inicia-se de repente, com os sintomas bem marcantes.

Tipo 2
Mais comum em adultos, associado com outros fatores de risco como obesidade, hipertensão arterial (pressão alta) ou histórico familiar da doença;
Não necessita de insulina diariamente, mas a falta de controle do diabetes pode acarretar em uso contínuo;
Início lento com sinais e sintomas leves.

Diabetes Gestacional
Surge durante a gravidez e geralmente se normaliza após o parto. No entanto, estas pacientes devem fazer o monitoramento da glicemia, porque apresentam maior risco de desenvolver Diabetes Tipo 2 no futuro, assim como seus filhos.

Sinais e sintomas

A diabetes manifesta-se normalmente das seguintes formas:

  • ·         Muita sede;
  • ·         Rápida perda de peso;
  • ·         Muita fome;
  • ·         Cansaço inexplicável;
  • ·         Muita vontade de urinar;
  • ·         Dificuldade para cicatrização;
  • ·         Infecções frequentes;
  • ·         Visão embaçada;
  • ·         Falta de concentração;

·         Lembrando que quando não há o controle da doença, a presença desses
·         sintomas é mais marcante, podendo se ter consequências mais graves.

Fatores de risco

     A diabetes é uma doença em crescimento, que atinge cada vez mais pessoas em todo o mundo e em idades mais jovens. No entanto, há grupos de risco com fortes probabilidades de se tornarem diabéticos:

·         Idade acima dos 45 anos;
·         Familiares próximos com Diabetes;
·         Sobrepeso ou obesidade;
·         Sedentarismo;
·         Pressão alta;

     Tratamento
  • ·         Alimentação;
  • ·         Medicação;
  • ·         Atividade física.

Recomendações Nutricionais

Procure realizar entre 5 e 6 refeições ao dia: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia;
-Dependendo da sua medicação e rotina, evite “beliscar” entre as refeições, ajudando a manter a glicemia controlada;
-Evite frituras. Sempre que possível prefira alimentos cozidos, grelhados ou assados;
-Atenção aos alimentos diet: não é porque é diet que pode se comer em excesso e sem controle;
-Prefira, na medida do possível, alimentos integrais, que controlam a glicemia e mantém a saciedade por mais tempo;
-Coma diversas frutas e quando possível, coma o bagaço;
-Varie os legumes e vegetais;
-Dê preferência ao leite, iogurte e queijos “magros” ou desnatados;
-Lembre-se que a hidratação é importantíssima para o funcionamento correto do organismo;
-Beba água; evite substituir por refrigerantes, porque mesmo os diet, light ou zero açúcar não possuem a mesma capacidade de hidratação;
-Líquidos com gás, bem como as bebidas alcoólicas não são adequadas, pois algumas além de estimular a perda de água pelo nosso organismo, são bastante calóricas;
-Pratique atividade física diariamente (faça caminhadas, corrida leve, suba e desça escadas, etc..).



Dra. Adriana Messias - Nutricionista


Agendamento de consultas (11) 4021-1413 / 4602-1806

quarta-feira, 10 de junho de 2015

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL por Adriana Messias


Uma alimentação equilibrada é um dos princípios básicos para uma vida saudável.

A alimentação, entre muitas outras funções:
•Fornece energia e nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo;
•Contribui para a manutenção do estado de saúde físico e mental;
•Desempenha um papel fundamental na prevenção do desenvolvimento de obesidade, de hipertensão arterial e de diabetes tipo 2, entre outras e melhora a imunidade e a resistência a doenças infecciosas;
•Contribui para o adequado crescimento e desenvolvimento das crianças e adolescentes e para o ritmo de envelhecimento ao longo do ciclo de vida.

O que é ter uma alimentação saudável?

Ter hábitos alimentares saudáveis não passa apenas por ter em conta a quantidade de alimentos ingeridos, mas também a qualidade dos mesmos. Assim, uma alimentação para ser saudável precisa ser:
Variada:  não existe alimento que forneça todos os nutrientes necessários. Uma dieta variada inclui alimentos diferentes nos 5 grandes grupos da Pirâmide que juntos atendem às recomendações nutricionais.
Equilibrada: uma dieta equilibrada incorpora, diariamente, as quantidades apropriadas dos cinco grupos de alimentos, provendo as calorias e os nutrientes necessários. Sua idade, sexo e nível de atividade física podem alterar o número de porções necessárias.
Moderada: selecionar, com cuidado, as comidas e bebidas ajuda a controlar as calorias e as quantidades de gordura, colesterol, gordura saturada, sal, açúcares e, se consumidas, bebidas alcoólicas. Isso permite maior flexibilidade para saborear a variedade de alimentos disponíveis.

Fibras
As fibras são fundamentais para o funcionamento do organismo. Elas possuem papel importante na digestão, sendo eficazes contra a prisão de ventre desde que o consumo de água também seja alto, ajudam a controlar os níveis de glicose no sangue, auxiliam no emagrecimento e ajudam a prevenir várias doenças, como as cardiovasculares e alguns tipos de câncer.

Principais fontes de fibras:
Alimentos ricos em fibras são frutas, vegetais, pão integral, nozes, legumes, cereais integrais e farelos.
Os especialistas recomendam a ingestão diária de 30 gramas de fibra.



   
PORÇÕES DIÁRIAS

Carboidratos
Coma 6 ou mais porções.
Por exemplo: 2 fatia de pão integral; 3 colheres (sopa) de arroz, 1 xícara de macarrão cozido.

Frutas e vegetais
Coma 5 ou mais porções.
Por exemplo: 1 pedaço médio de fruta; 1/2 a 1 xícara de vegetais, cozidos ou crus, 1 copo (200ml)  de suco natural.

Laticínios
Coma 2 a 3 porções.
Por exemplo: 1 copo de leite ou iogurte; cerca de 30 g de queijo pobre em gordura ou 1/2 xícara de queijo cottage.

Carnes e substitutos
Não coma mais que 160 g de carne (2 bifes médios).

Gordura
Use com moderação. Prefira os óleos poli-insaturados — milho,girassol, soja, gergelim ou semente de algodão ou os óleos monoinsaturados.


Dra. Adriana Messias - Nutricionista
Agendamento de consultas (11) 4021-1413 / 4602-1806


EXAME DE BIOIMPEDÂNCIA (BIA) - O QUE É?


O exame de bioimpedância é um moderno método para avaliação da composição corporal.


Por meio desse exame, é possível saber com alta precisão:

  • Peso
  • Massa de músculo esquelético
  • Massa de gordura corporal
  • Água corporal total
  • Gordura visceral
  • IMC
  • Idade metabólica

Consiste em um teste onde ocorre passagem de uma corrente elétrica de baixa intensidade e de alta frequência através do corpo, sendo esta corrente imperceptível.
O exame é totalmente indolor.


Contra-indicado:

  • Gestantes
  • Portadores de marca-passo.
  • Crianças abaixo de 7 anos

Para realizar o exame, é necessário tomar algumas medidas para o exame não ter erros:

  1. Suspender o uso de medicamentos diuréticos de 24 horas a 7 dias antes do teste
  2. Estar em jejum de pelo menos 4 horas
  3. Estar em abstinência alcoólica por 24 a 48 horas
  4. Evitar o consumo de cafeína 24 horas antes do teste
  5. Estar fora do período pré menstrual
  6. Não ter praticado atividade física intensa nas últimas 24 horas
  7. Urinar pelo menos 30 minutos antes da medida
  8. Permanecer pelo menos 5 -10 minutos de repouso absoluto em posição de decúbito dorsal antes de efetuar a medida
  9. Beba 2 litros de água no dia anterior. 
Dra. Adriana Messias - Nutricionista


Agendamento de consultas (11) 4021-1413 / 4602-1806

ATENDIMENTO NUTRICIONAL

ADRIANA MESSIAS  - Nutricionista




  • Avaliação e orientação nutricional personalizado (adolescentes, adultos, idosos e gestantes)
  • Exame de Bioimpedância (BIA)

Atende:
  • Particular
  • Plano Unimed Salto / Itu
  • Plano PAS (São Camilo)


Contato:  (11) 4021-1413 / 4602-1806
Rua Joaquim Nabuco, 413 - Centro - Salto - SP.

NAMORAR OU FICAR por Aldenise Henrique


Os comportamentos dos jovens nos dias atuais, são diferentes dos comportamentos que se tinha no passado.  “Antigamente “o que mais acontecia quando um rapaz se interessava por uma moça ou” vice versa” era uma troca de olhar e sem ter um contato pessoal já se iniciava um namoro sério. A moça “ideal" era aquela que se guardava para o marido e o "homem de verdade" era aquele que tinha muita experiência com mulheres.
                 Os relacionamentos se iniciam de forma diferente nos dias atuais, onde o namorar quase não acontece no comportamento dos jovens e quando acontece ,vem mais tarde, pois "O FICAR" ou "SAIR" ganhou prioridade no comportamento dos adolescentes e até mesmo dos jovens mais adultos.
                A juventude de hoje, tem a liberdade para manter um relacionamento mais aberto, isso trás a oportunidade de conhecer mais o parceiro (a) antes de iniciar um compromisso  sério e duradouro, porém muitos   jovens  entram em conflito e se sentem  indecisos por admitir esse comportamento.
 O sentimento também faz parte do comportamento e mantém o relacionamento, seja, o namoro propriamente dito ou “o ficar”. O sentimento é uma força existencial que faz parte do ser humano e deve ser preservada em toda relação amorosa.  
                Namorar, ou "ficar”, se relacionar com pessoas do mesmo sexo, são comportamentos relativos para todos os jovens em cada momento de suas vidas. E devem ser decididas por eles mesmos e não por convenções sociais, pois não existe um padrão ou uma única maneira correta para se relacionar. Cada jovem tem a liberdade de escolher a maneira de iniciar um relacionamento de acordo com seus próprios valores, princípios, crenças e devem ser respeitadas por todos. Cabe a nós olhar o comportamento do jovem atual com respeito e sem julgamento.
                Independente da escolha de cada jovem há de se ter muito cuidado com a gravidez indesejada, doenças sexualmente transmissível, pois todo cuidado é necessário para evitar frustrações e sofrimento no futuro. È aconselhável fazer acompanhamento ginecológico.

FELIZ DIA DOS NAMORADOS.

PSICOLOGA  Clínica - Aldenise Henrique do N. da Silva
CRP-06/115271

Clinica- Espaço Viva Bem-  Rua Joaquim Nabuco n 413 centro Salto SP

TELEFONE: 11- 97429-4413      11- 4021-1413     11-4602-1806
E-MAIL CLÌNICA – espacovivabem@ig.com.br   A/C Elza Calegari
E-mail pessoal  - Alde_nisehns@hotmail.com  A/C Aldenise Henrique